Saiba como contratar um Guia de turismo

Todo guia de turismo deve estar regularmente cadastrado no Cadastur e portar o crachá emitido pelo Ministério do Turismo. O crachá é de uso individual do guia e ele deve sempre usá-lo no exercício da profissão. Você pode consultar a autenticidade do crachá do guia no site www.cadastur.turismo.gov.br.

Apenas o guia de turismo que portar o crachá da categoria Excursão Nacional – Brasil/América do Sul é quem pode guiar durante viagens entre UF e na América do Sul. Para guiar nos atrativos turísticos de uma UF específica, o guia de turismo deve possuir também, em seu crachá, a categoria Regional, acompanhada da sigla da UF. Se o guia de turismo portar um crachá somente com a categoria Regional, ele só poderá guiar durante viagens e passeios nos atrativos da UF indicada no crachá. Qualquer reclamação ou denúncia, não deixe de comunicar ao Procon.

O guia de turismo tem o dever de informar e orientar sobre os riscos a que você será submetido durante o passeio ou viagem e tomar todas as precauções para preveni-los. O guia de turismo deve atentar para a composição dos grupos, os trajetos, os horários, a disposição de equipamentos, material idôneo e, durante a atividade, possuir o completo controle da conduta de cada participante, estando atento a fatores externos de risco. O guia deve também ter em seu poder, para pronto uso, material de primeiros socorros adequado às atividades que serão desenvolvidas e planejar com antecedência rotas de fuga para casos de emergências e locais de atendimento hospitalar.

Fonte: Guia Viaje Legal – Ministério do Turismo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *